Novos valores do INSS.
   Marcelo  Lima  │     17 de janeiro de 2017   │     22:02  │  0

DINHEIRO-DDDO valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS é de um salário mínimo, que passou de R$ 880,00 para R$ 937,00. E o teto dos benefícios e para o salário de contribuição passou a ser de R$ 5.531,31.

Os segurados do INSS que recebem acima do salário mínimo, terão reajuste de 6,58%, a partir de 1º de janeiro de 2017, o mínimo por sua vez aumentou 6,48% de acordo com a Portaria do Ministério da Fazenda nº 8 de 13 de janeiro. Esse índice é aplicado aos benefícios concedidos até janeiro de 2016. Os que iniciaram entre os meses de fevereiro a dezembro de 2016 terão o reajuste proporcional ao tempo de concessão, que vai variar de 4,99% a 0,21%. Ou seja, se o segurado se aposentou no mês de dezembro de 2016, por exemplo, receberá 0,21% de aumento, isso ocorre porque o INSS já faz a correção quando concede o benefício. É só multiplicar o salário atual pelo percentual e saberá o novo valor a se receber.

A portaria também estabelece as novas alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos. Esses valores, relativos aos salários pagos em janeiro, devem ser recolhidos apenas em fevereiro e ficaram assim:

Até R$ 1659,38 – desconto de 8%

De R$ 1659,39 a R$ 2765,66 – desconto de 9%

De R$ 2765,67 a R$ 5531,31 – desconto de 11%

A cota do salário família passa a ser de R$ 44,09 para o segurado com remuneração mensal de até R$ 859,88 e de R$ 31,07 para quem tem remuneração mensal de R$ 859,89 a R$ 1.292,43.

Os recolhimentos efetuados em janeiro – relativos aos salários de dezembro passado – ainda seguem a tabela anterior.

O contribuinte individual e o facultativo que contribui sobre um salário mínimo, a partir da competência janeiro/2017, passará a pagar os seguintes valores:

alíquota de 20% – R$ 187,40

alíquota de 11% – R$ 103, 07

alíquota de 5% – R$ 46,85

Importante salientar que estes valores valem a partir de 1 de janeiro de 2017.

Grande abraço e até breve.

Fonte. Inss.gov.br

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *