Monthly Archives: agosto 2017

1244 Alagoanos estão na lista para marcar revisão do Auxílio-doença: convocados têm até dia 21/08 para agendar perícia
   Marcelo  Lima  │     9 de agosto de 2017   │     22:42  │  0

Beneficiários do auxílio-doença convocados para marcar perícia médica por meio do edital publicado no Diário Oficial da União na terça-feira (1/8) têm até o dia 21 de agosto para entrar em contato com o 135, das 7:00h as 22:00h, de segunda a sábado, a ligação é gratuita dos telefones fixos e públicos e o custo será de uma chamada local se for feita por telefone celular. Essas pessoas não foram localizadas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por alguma inconsistência no endereço.

Para saber se o nome está na lista, o segurado também pode ligar para o telefone 135, ou consultar o site www.in.gov.br e pesquisar no diário oficial da União, Seção 3, página 96. Porém, só se tiver com mais de 2 anos sem ter passado por perícia no INSS. Logo, não são todos os beneficiários que estão recebendo auxílio doença que devem entrar em contato.

O agendamento é obrigatório e deve ser feito exclusivamente pelo telefone. Não é preciso ir até uma agência do INSS para fazer a marcação da perícia. Os beneficiários podem fazer a atualização de endereço também pelo telefone  135.

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Alberto Beltrame, ressalta que a convocação é uma forma de garantir os benefícios e os direitos dos trabalhadores. “O ministério está fazendo todos os esforços para garantir que todas as pessoas sejam notificadas e tenham conhecimento da revisão do benefício”.

Caso o beneficiário não entrar em contato, o benefício é bloqueado. A partir do bloqueio, ele tem mais 60 dias para marcar a perícia. Com o agendamento dentro do prazo, o benefício é liberado até a realização da perícia. Se passados 60 dias sem que o beneficiário se manifeste, o benefício será cancelado.

A revisão iniciada pelo governo federal faz parte de um processo de aperfeiçoamento da gestão dos programas sociais e benefícios. O objetivo é garantir que os recursos públicos cheguem a quem realmente precisa. A economia anual estimada até agora é de R$ 2,6 bilhões.

Até 14 de julho, foram realizadas em todo Brasil, 199.981 perícias com 159.964 benefícios cancelados. A ausência de convocados levou ao cancelamento de outros 20.304 benefícios. Além disso, 31.863 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 1.802 em auxílio-acidente, 1.058 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 5.294 pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional. Ao todo, 530.191 benefícios de auxílio-doença serão revisados.

Já em Alagoas, foram enviadas 9.026 cartas e realizadas 3.547 perícias com 3.205 benefícios cessados (soma dos cessados com realização de perícia e dos cessados por não comparecimento). Os benefícios cessados com realização de perícia teve um quantitativo de 2.727 (77% das perícias realizadas), os cessados na data de realização da perícia 2.527 e os com cessação futura (média 90 dias) 200. Além disso, 748 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 7 por invalidez com 25% de acréscimo no benefício e 6 convertidos em auxílio-acidente. Foram encaminhados 59 segurados para a reabilitação profissional e 478 benefícios cessados por não comparecimento. A economia anual estimada é de R$ 43.171.191,40.

Com informações do MDS.

Grande a braço e até breve.

>Link